quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Churrasco a Gaúcha

Um dos maiores orgulhos do gaúcho e da cozinha do Sul do País é, sem dúvida, o famoso churrasco.
O que pouca gente sabe, porém, é que a origem do churrasco não é gaúcha. E para se comprovar isso basta recordarmos um pouco da nossa história. Quando o Brasil foi descoberto não se encontrou por aqui nenhuma das espécies de gado doméstico da Europa. O boi só foi trazido para o nosso País  na época das capitanias hereditárias. Importado das ilhas da Cabo Verde, foi criado no início das sesmarias no Recôncavo Baiano, espalhando-se depois para o Maranhão, Piauí, Ceará e Minas Gerais. Mas só foi chegar ao Rio Grande do Sul por volta de  1780, levado por um latifundiário cearense, que procurava melhores pastagens para o seu gado.
Se os gaúchos não foram os criadores , são, porém, os maiores perpetuadores dessa chamada arte do churrasco. E o Rio Grande do Sul orgulha-se de ser um dos melhores criadores de carne bovina do País.




Ingredientes:
  1. 1 kg de maminha de vaca;
  2. 1 kg de picanha, patinha ou contrafilé:
  3. 2 kg de costela de vaca;
  4. galetos limpos (frango);
  5. linguiça;
  6. 1 ramo de cheiro verde (para servir de molhador da carne);
  7. sal grosso.
 Molho Campanha:
  1. 5  tomates maduros sem pele;
  2. 1 ramo de salsinha;
  3.  1 ramo de cebolinha;
  4.  3 cebolas médias;
  5. vinagre e sal.
Modo de Preparo:
Prepare um bom braseiro e quando não houver mais chama alta coloque os espetos com as carnes: as peças de picanha e de maminha devem, ser  atravessadas por espetos duplos, longos e paralelos e precisarão ficar a uma distancia de 50 a 60 cm do calor do braseiro, para que não fiquem secas; a linguiça podem ser colocadas num só espeto mais perto da brasa, p ara derreter rápido a gordura. Os galetos e a costelas também podem ficar mais próximas do braseiro. quando a carne  começar a tostar  está na hora de começar  a usar a salmoura feita com água e o sal grosso; usando o ramo de cheiro-verde molhe a carne algumas vezes. O churrasco à gaúcha é servido mal passado, acompanhado de molho à campanha e farinha de mandioca.
MOLHO:  Pique os tomates em quadradinhos pequenos, a cebola, a sal e a cebolinha. Misture tudo e tempere com vinagre e sal a gosto.
Fonte:  A Festa da Cozinha Brasileira
Foto: Classificados-brasil.com